Empresas que se destacam nas práticas de RH recebem certificação do Top Employers Institute em evento, em São Paulo

Empresas que se destacam nas práticas de RH recebem certificação do Top Employers Institute em evento, em São Paulo

mar 19

90% das certificadas são multinacionais, presentes em 72 países

O que a ALL – maior empresa logística independente da América Latina tem em comum com o Banco do Brasil, Coca Cola, com a Souza Cruz e com a Takeda, uma das 10 maiores indústrias farmacêuticas do país?  Todas fazem parte de um seleto grupo que acaba de ser certificado pelo Top Employers Institute por suas excelentes práticas de RH. Ainda estão na lista a Avanade; Bic Banco; Corbion Purac; Deloitte; EDP Energia; Kimberly Clark; Oxiteno; PWC – PricewaterhouseCoopers; Prosegur; Saint-Gobain; Samsung; SAS Institute; Technip; Umicore; e Valeo. São empresas que vêm investindo cada vez mais em seus profissionais, através de benefícios, treinamentos, desenvolvimentos e planejamento de carreira. E são estas novas políticas que o Top Employers Institute pesquisa e certifica anualmente em diversos países, inclusive no Brasil.

Na noite da última terça-feira, 18, foram anunciados os nomes destas 20 empresas que conseguiram o selo Top Employers Brasil, durante jantar no Hotel Grand Hyatt, em São Paulo, com gerentes, diretores e presidentes das companhias certificadas. Mais do que ser reconhecida por sua política, participar desta pesquisa possibilita à companhia visualizar de forma detalhada como andam as suas políticas, em relação a outras empresas no Brasil e no mundo, permitindo-lhes estar no grupo de empresas que estão na dianteira no que se refere às práticas de RH.

Das empresas certificadas, 90% são multinacionais, operando em 72 países. No Brasil elas possuem 11.162 funcionários e 67% dos gerentes e executivos destas companhias são profissionais que vieram de dentro da organização. Outros dados importantes que a pesquisa traz é que 100% das empresas praticam programas de treinamento; 55% têm programas de trainees e 30% realizam o job rotation. Para ajudar no network 45% destas empresas possuem instalações esportivas e 85% realizam eventos esportivos. Dos canais de comunicação mais utilizados entre as empresas Top Employers, 85% fazem pesquisa com os colaboradores, e 75% realizam sessões formais (encontro cara a cara entre funcionário e gerente). Um dado que destoa com o restante do mundo é a questão do horário flexível, no Brasil apenas com 45% das empresas praticam, já nas empresas Top Employers pelo mundo, são 77%.

Manter um colaborador dentro da empresa e disposto a seguir carreira é o objetivo de muitas companhias, por isso no Brasil 100% das empresas Top Employers tem um plano de carreira no nível gerencial e 90% no nível profissional, na média global estas taxas são de 95%. Ainda assim o turnover do Brasil é alto, com 15,7%. Estamos na terceira colocação, atrás da China e do Reino Unido, que tem 20% e 18% respectivamente, A Itália é o país com o turnover mais baixo, de 5%.

O processo de certificação foca na objetividade e independência, razão pela qual tanto as empresas como os processos do Top Employers Institute passam por uma auditoria externa. Em 2014, a nível mundial 3,5% dos participantes não foram certificados. Porém se olharmos a porcentagem em comparação com as empresas que participam do projeto pela primeira vez, este número sobe para 10,6%.  Durante vários meses os programas são avaliados, entre eles a formação e o desenvolvimento dos colaboradores, as condições de trabalho, os benefícios sociais, os canais de comunicação que eles usam e a cultura corporativa da empresa. Desta forma, cada item é analisado para que a empresa consiga obter o selo de certificação do Top Employers.

www.top-employers.com

 

Informações à imprensa
Jô Ribes Comunicação
11 3721 3232
Diego Ferron
diego@joribes.com.br


Contate-nos

Enviar